Curiosidades Sobre Joe Bonamassa Joe-Bonamassa-pic3 Full view

Curiosidades Sobre Joe Bonamassa

Conheça um pouco melhor Joe Bonamassa. Confira a entrevista que ele concedeu para Gibson.com em 2013.

Sua guitarra favorita é uma Les Paul Sunburst 1959, um “Santo Graal” que ele sempre leva para a estrada com ele.

“Eu estou em turnê nove meses por ano”, disse Bonamassa à Gibson.com, em uma entrevista de 2011. “Toda vez que eu volto para casa sento com ela no sofá. ‘Uau olha para isso, eu tenho uma Les Paul 1959, eu ainda não me acostumei, talvez em uma gravação aqui e ali. Em uma entrevista com AmericanBluesScene.com, Bonamassa elogiou o tom extraordinária da Les Paul. “Eu tenho mais de 300 guitarras, mas de todas, essa é definitivamente há que tem meu tom favorito.”

Seu guitarrista favorito é Paul Kossoff do Free.

“Ele é um herói desconhecido. Você pode sentir suas emoções em cada nota, se é uma nota dura ou uma nota suave. E o tom que ele consegue da bela Les Paul 1959 é esmagador. Na verdade, eu comecei a tocar essa guitarra em um show em Newcastle. Um amigo de um amigo é o dono, e ele me emprestou. Essa foi uma emoção muito grande. Eu senti como se estivesse canalizando Kossoff.”

A primeira música que ele dominou, ainda criança, foi Voodoo Chile do Hendrix.

“Eu aprendi o riff corretamente. Muitas crianças de hoje aprendem a versão Stevie Ray Vaughan. O Riff de Hendrix ‘Slight Return é diferente. Bonamassa também disse que também aprendeu, nota por nota, do solo de duelo do filme, Crossroads. “Foi difícil e desafiador e muito frustrante”. “Eu só não sou do tipo de cara nota por nota.”

Os óculos que ele usa variam de acordo com as estações do ano.

“Eu tenho quatro conjuntos. Eu tenho o ‘hot summer show’ para o verão, também chamado de Silhuetas, porque envolve em torno das orelhas. Isso os impede que eles caiam. No inverno, quando teatro não é tão quente, eu uso um conjunto de Pradas. Eu também tenho um conjunto de Ray Bans e um conjunto de Revos. Eu tenho certeza que eu comprei óculos de sol o suficiente para colocar o filho de alguém em alguma faculdade.”

Seu maior arrependimento é não ter começado a cantar antes.

“Eu não cantava até os 18 anos, e isso é algo que eu lamento profundamente. Mas, há toneladas de coisas que você olha para trás e pensa: Bem, eu deveria ter ido para esquerda, mas em vez disso, fui para a direita. Demorar para começar a cantar foi uma decisão ruim. Tudo que não te mata te deixa mais forte, e faz você ficar mais inteligente para o dia seguinte.”

Ele prefere tocar ao vivo do que estar em um estúdio

“O estúdio é um lugar assustador para mim. Algumas pessoas gostam desse ambiente, mas eu não. Tudo é decisões. Isso é bom o suficiente? Existe reverb suficiente? Etc.. Eu fico sobrecarregado. A coisa legal sobre tocar ao vivo é que se algo der errado, haverá um amanhã para se redimir. ”

O conselho mais importante que recebeu de seu mentor, BB King, não tinha nada a ver com tocar guitarra.

“Ele disse: ‘Cuidado com o dinheiro e mantenha seus olhos sobre o lado comercial das coisas’. É sobre a música, mas também sobre o negócio. Ele me disse: ‘Joe, você precisa sempre reinvestir no que você faz, olhe para seus de fãs. Os fãs podem detectar se você não está fazendo isso certo ou se você não está fazendo as coisas para melhorar seu show.

Leave a comment